Segurança

Investimento em obras da Prefeitura reforça vocação do Autódromo de Interlagos para grandes eventos esportivos e culturais

FOTO: Governador Tarcísio Freitas e o Prefeito Ricardo Nunes, juntos pelo desenvolvimento de São Paulo

Já foram aplicados R$ 190 milhões em intervenções importantes, como pavimentação, rede de esgoto e adequação da área central do circuito

O Autódromo de Interlagos, que vai receber grandes eventos nos próximos meses, como o festival The Town e o Grande Prêmio São Paulo de Fórmula 1, está passando por um pacote de obras de infraestrutura que vão reforçar sua vocação como espaço totalmente preparado para shows, atividades esportivas e eventos internacionais. 

O prefeito Ricardo Nunes anunciou o investimento de R$ 190 milhões nesta quinta-feira (10) durante coletiva à imprensa sobre a realização do The Town, em setembro, que estão consolidando o Autódromo José Carlos Pace, no cenário internacional. Entre as obras, estão drenagem, nova rede de esgoto, pavimentação, por exemplo. 

Na área utilizada como estacionamento, as obras no circuito central tiveram início no começo deste ano e já foram finalizadas em junho. Com investimento de R$ 22,3 milhões, foram executados os serviços de terraplenagem, adequação e ampliação do espaço, melhorando seu aproveitamento e integração com as demais áreas.  

Estão em andamento, ainda, as obras para implantação de novas redes coletoras de esgoto no Autódromo e a interligação ao sistema de esgotamento da SABESP. A previsão é que os trabalhos sejam concluídos ainda neste mês. O investimento nessas intervenções é de R$ R$ 9,1 milhões e irá proporcionar mais conforto aos participantes e equipes de produção dos eventos, com a menor necessidade de instalação de sanitários químicos.  

Também está sendo implantada a nova rede de drenagem para evitar o acúmulo de água nas áreas de circulação do público, além da construção de novas valas técnicas (galerias subterrâneas por onde passam cabos de energia e de dados). Essas intervenções estão recebendo um investimento de R$ 68,4 milhões e serão finalizadas ainda neste mês. 

Ganhos para a cidade
O prefeito destacou também que as intervenções vão trazer ganhos para toda a cidade, que deve receber 240 mil turistas para o festival. “Isso vai ajudar muito na questão da rede hoteleira, dos taxistas, motoristas de aplicativo e restaurantes”, afirmou. “O The Town fez uma pesquisa que estima uma movimentação financeira de R$ 1,7 bilhão, gerando milhares e milhares de empregos, além de colocar a cidade e o Estado de São Paulo como notícia em todo o mundo.” 

Nunes se refere a um estudo de impacto econômico feito pela FGV, que aponta, além do R$ 1,7 bilhão de retorno para economia da cidade, a criação de 20 mil postos de trabalho em cada dia de evento. 

“A partir deste momento Interlagos é um dos espaços de eventos com melhor infraestrutura do mundo, e pode receber qualquer grande evento”, apontou Roberta Medina, vice-presidente do The Town.  “O evento nem começou, mas já temos muitos meses de trabalho e deixaremos um legado para cidade. Não se trata do The Town, se trata do nosso autódromo com uma infraestrutura de primeiro mundo”, completou. 

The Town
Nos dias 2, 3, 7, 9 e 10 de setembro a Cidade da Música, no Autódromo de Interlagos, vai receber meio milhão de pessoas para curtir a primeira edição do The Town. Os shows, com grandes nomes da música nacional e internacional, serão distribuídos em 6 palcos. 

O festival conta ainda com inúmeras experiências que vão além dos shows. Serão 9 grandes espaços, 4 brinquedos, ativações de grandes marcas, musical inédito, Market Square, por exemplo. 

Curiosidades sobre o Autódromo de Interlagos  

Somente com o Grande Prêmio São Paulo de Fórmula 1 de 2022, foi registrado impacto econômico de R$ 1,37 bilhão para São Paulo, que atraiu um público de 235.617 pessoas no autódromo. O cálculo dos impactos econômicos foi realizado pela FGV com informações da Secretaria Municipal de Turismo, por meio do Observatório do Turismo, da São Paulo Turismo (SPTuris).  

– Mudanças de traçado 
A pista original do Autódromo tinha 7.960 metros de extensão, e diminuiu para 7.873 metros em 1979, quando foram feitas reformas para voltar a receber a Fórmula 1. Mas foi após uma grande intervenção realizada no final da década de 1980 que o traçado passou a ter 4.325 metros, de acordo com as novas exigências da organização da categoria. O circuito teve que se adaptar, como parte de um processo de modernização que também favoreceu a segurança e esportividade de outras provas nacionais. Todos os pilotos elogiam bastante o traçado, por ser desafiante e propiciar um grande espetáculo ao público. A partir dos anos 2000, após outros ajustes e melhorias frequentes em todos os espaços e também na pista, o circuito oficial ficou com os atuais 4.309 metros de extensão.

– Kartódromo Ayrton Senna – O berço do automobilismo 

Doze curvas, 1.150 metros de extensão e mais de meia década de existência. Este é o Kartódromo de Interlagos, uma das primeiras pistas dedicadas à modalidade, inaugurada em 1970 e que passou por melhorias para reabertura em 2015. A pista do kartódromo serviu de aprendizado para os principais pilotos brasileiros, como Ayrton Senna. Muitos pilotos que ainda correm na atualidade treinam kart para se manter em forma. Berço do automobilismo, o equipamento foi rebatizado em 1996 de Kartódromo Ayrton Senna em homenagem ao tricampeão de Fórmula 1. 

-Pista de arrancada

O “Retão” – pista auxiliar que faz parte do circuito antigo do Autódromo de Interlagos –, também possui uma recente estrutura que, além dos cursos ministrados por escolas de pilotagem, possibilita disputas de provas de arrancada. Um trecho com 500 metros de extensão possui equipamentos que garantem mais segurança para esse tipo de atividade, com guard rails dos dois lados da pista, grade de proteção lateral, pintura e sinalização do asfalto. A pista permite a realização de provas com dois carros emparelhados, que disputam a arrancada lado a lado de forma segura para pilotos e público. Além disso, evita-se os chamados “rachas de rua”, perigosos porque acontecem em vias públicas e colocam em risco a vida das pessoas. 

Por: AGENCIA ANVA